staff
credits
weather
                           
   
   
   
   
 
Um texto aqui  Um texto aqui  Um texto aqui  
   
                           
   
   
   
   
 
Um texto aqui  Um texto aqui  Um texto aqui  
   
                           
   
   
   
   
 
Um texto aqui  Um texto aqui  Um texto aqui  
   
                           
   
   
   
   
 
Um texto aqui  Um texto aqui  Um texto aqui  
   
                           
   
   
   
   
 
Um texto aqui  Um texto aqui  Um texto aqui  
   
Gostaríamos de agradecer à alejandro88 criador da skin que foi editada para este RPG. Toda a trama, gráficos do fórum e sistemas tem direitos autorais dados aos administradores que trabalharam para construir tudo isso que é o Rises Of The Darkness hoje, cópias não serão aceitas e denunciadas, caso queiram saber como fizemos algum código ou onde pegamos nos pergunte não roube-os.

Botões por Valhalla Is Our Kigndom, não são permitidos cópias ou tirar seus créditos para uso próprio, por favor respeite as regras.

Parte de nosso contéudo foi criado pela equipe do Hogwarts Is Alive e concedido para uso deste RPG, da mesma forma, caso ocorra de roubos ou uso deste contéudo em outros RPG poderemos denunciar, plágio é crime, crie seu próprio contéudo.

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 3.0 Não Adaptada
Outubro
Max 20º Min 13º
Verão é uma das quatro estações do ano. Neste período, as temperaturas permanecem elevadas e os dias são mais longos do que os dias de outras estações. É uma época de muitas chuvas por causa do Sol.

Olivaras, Loja de Varinhas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Olivaras, Loja de Varinhas

Mensagem por The Author em Ter Jun 23, 2015 11:14 pm

Olivaras
Loja estreita e feiosa, a Olivaras é a melhor loja de varinhas do Beco Diagonal. Com uma vitrine empoeirada que mostra uma única varinha em uma almofada púrpura, possui a inscrição "Artesãos de Varinhas de Qualidade desde 382 a.C" em letras douradas descascadas em sua porta. Vazia e empoeirada, a mobília da loja conta apenas com uma cadeira, e as paredes são inteiramente cobertas de caixas apertadas. É o lugar onde a grande maioria dos bruxos da Grã-Bretanha compra suas varinhas.

Preços e Produtos

Varinha - $G 10
Estojo para a varinha - $G 2

OBS: Colocar as compras em spoiler com valor total.
avatar
Mensagens : 544
Data de inscrição : 21/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Olivaras, Loja de Varinhas

Mensagem por Balthazar Wontt Nietchsk em Qua Out 28, 2015 2:49 am


Balthazar
So it's gonna be forever?

A última loja estava mais perto do que eu imaginava. Caminhei por aquela extensa rua até perceber que havia passado a muito tempo de Olivaras. Balancei a cabeça negativamente tentando desacreditar na burrada que havia feito, mas algo me motivou a continuar, mesmo com a preguiça me atacando. Suspirei exausto, carregando as sacolas, algumas mais pesadas que outras, mas nada que pudesse evitar minha caminhada. Mordisquei meu lábio inferior até finalmente avistar a placa que indicava a famosa loja das varinhas. Um brilho no olhar me fez apressar os passos e mesmo com as dores frequentes na sola do pé, aquilo não me impediu de chegar rápido no ambiente mais importante para um bruxo. Sorri comigo mesmo avistando o velho que me atenderia, ele parecia animado conversando com cada cliente que chegava em sua frente. Uma garota me cutucou me deixando confuso. - Sabia que a varinha escolhe seu dono? - Disse vagamente recuando alguns passos e se afastando para perto da porta.

- Sério? - Perguntei piscando diversas vezes até perceber que ela havia sumido. De alguma forma ou de outra ela tinha saído dali o mais rápido que eu pudesse perceber, mas acabei não me importando, afinal, ela só me deu uma informação para me deixar perdido.

Me aproximei meio sorrateiro para perto do balcão onde o vendedor estava me esperando ou pelo menos o que parecia. - Bem vindo a Olivaras. - Disse me analisando de forma estranha, parecia ler meus pensamentos, parecia criar minhas características através do olhar.

- Eu preciso de uma va-. - Tentei falar até ser interrompido por ele.

- Varinha. - Comunicou pegando alguns estojos com varinhas dentro e me entregando algumas para eu fazer o teste, esperando que a varinha certa me escolhesse.

- O que eu faço? - Perguntei envergonhado e curioso ao mesmo tempo, não queria me demonstrar desinformado, mas a verdade era que eu realmente não sabia nada de bruxaria.

- Mova uma de cada vez até ver qual irá te escolher. - Sorriu atencioso. - Uma delas irá se adaptar a seu dono ou seja, a você. - Revelou esperando que tentasse descobrir.

Peguei a primeira varinha de forma cautelosa, tentei movimenta-la de alguma forma que eu pudesse mover alguma coisa dentro da loja. Não recitei nenhuma espécie de magia, apenas a balancei para tentar ver se conseguiria acertar minha varinha na primeira escolha. - Droga! - Disse baixinho meio bravo, percebendo que nada fazia efeito. Suspirei pegando a segunda e fiz a mesma coisa que havia feito anteriormente e desta vez tudo deu certo. Na primeira balançada o estojo da varinha se afastou como se eu tivesse comandado.

- Videira, vinte e seis centímetros com núcleo de escama de sereiano. - Falou sério me olhando encantado. - Uma boa varinha. - Pronunciou-se olhando com um largo sorriso pegando a varinha e a analisando de uma forma cautelosa.

- Quanto ela sai? - Perguntei pegando um pouco do restante de galeões que eu havia no bolso.

- Dez galeões. - Pronunciou pegando o dinheiro logo depois que deixei sobre seu balcão. - Boa sorte em sua jornada rapazinho. Tenha juízo com esta varinha, cuide dela. Você e ela se completam. - Revelou de forma assustadora, mas nada que me colocasse medo.

- Muito obrigado! - Disse completamente contente pegando aquele objeto que me daria oportunidade de realizar magias. Deixei um sorriso encantado no rosto, botando a varinha dentro do bolso enquanto caminhava para fora da loja.

Haviam muitas sacolas com compras nos meus braços, estava tudo pesado, mas nada que pudesse me impedir de ir embora. Saí dali o mais rápido possível, querendo ir para casa.  

Compras:
1x Varinha - $G 10
Valor total: $G 10

made by secret from tpo
avatar
Mensagens : 19
Data de inscrição : 19/10/2015
Idade : 15
Balthazar Wontt NietchskCasa de HufflePuff

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Olivaras, Loja de Varinhas

Mensagem por Barnabás Wiliamson Black em Sex Nov 06, 2015 1:41 am





Drink me Tonight.
YOU WERE TALKING DEEP LIKE IT WAS MAD LOVE TO YOU, SALLY

Focou-se em suas compras, sua mãe o deixou para terminar tudo sozinho para que a mesma pudesse resolver alguns problemas no quais o menino realmente não entendia; Poderiam vender varinhas em máquinas iguais aos trouxas com Coca-Cola, pensou o menino ao notar que a sua próxima loja não era nada próxima.
A loja do Olivaras ficava um pouco mais afastada das outras, sua entrada não parecia cheia, na verdade não havia ninguém lá, apenas um homem atrás do balcão. O garoto entrou meio hesitante na loja, tinha medo que o homem fosse um pedófilo ou algo de gênero, o atendente se aproximou, ele parecia agitado, seu tom de voz saiu como um grito quando ele perguntou: – Você deseja uma varinha? Preciso medir seu braço. – Uma fita métrica mágica mediu seu braço, pulso, cotovelo e até mesmo seu ombro. – Já sei uma ótima varinha para você... Aqui. – O atendente trouxe-lhe uma varinha, não pode distinguir o material até ele o descrever. Barnabás balançou a varinha algumas vezes porém não houve resultado, fazendo com que o objeto fosse trocado.
Após o atendente trazer sete varinhas o garoto sentiu que encontrou a varinha certa, ao usá-la soltou uma série de fachos de luz coloridos que desta vez não fizeram o local pegar fogo, algo que temia bastante.

– Apenas dez galeões pela varinha, com o estojo, doze. – Entregou-lhe o dinheiro a ele. Barnabás retirou-se da loja, desta vez analisando a madeira de sua varinha, ela era leve e se ajustava de forma perfeita entre seus dedos, não podia ter sido uma varinha melhor.

Compras:
+1 Varinha - $G 10
+1 Estojo para a varinha - $G 2

Total: - $G 12

[OFF - Postagens de Barnabás Williamson Black finalizadas, o garoto não se encontra mais no local]




Última edição por Barnabás Wiliamson Black em Sab Nov 07, 2015 1:11 am, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 46
Data de inscrição : 07/07/2015
Barnabás Wiliamson BlackCasa de Slytherin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Olivaras, Loja de Varinhas

Mensagem por Mary Aurora Chassagnac em Sex Nov 06, 2015 5:06 am

Dear Diary
Can i tell to you my secrets?

O dono da loja de varinhas era um moço singular, noutras palavras, estranho mesmo. À principio, Mary temeu a si mesma, afinal, ele poderia ser facilmente algum assassino de crianças belas e fofas ― Mary, por sinal, era muito bela e fofa ―, no entanto, este manteve-se na postura profissional e começou a tirar medidas da pequena bruxa, algo estranho que ela resolveu não questionar.
Ele ergueu seu braço minúsculo. Sabiam que os braços abertos e nivelados para os lados medem exatamente a altura da pessoa em si? Fora algo que Mary lera num livro, não testara a teoria, mas imaginou que fosse verdade, pois tais eram tão pequenos quanto seu comprimento.
Logo, o senhor-engraçado viera com três varinhas. Uma explosão nos papéis, uma rachadura numa cadeira, e uma luz irritante foram o resultado respectivamente da tentativa única nestas. O vendedor lhe lançara um olhar intrigante, à ponderação a delinear suas sobrancelhas de pêlos espessos numa linha horrenda.
― Tente esta aqui, criança. ― Dissera ele.
Com um aceno na varinha, um feixe de luz surgira, evidenciando o obvio: aquela era a varinha da pequena Mary. Uma sensação peculiar tomara o seu peito, de ser escolhida à grandiosidade.
― Cuide bem desta varinha, garota. ― Concluíra o homem. ― Toda varinha é especial.
Mary não compreendeu o que ele quis dizer, então, limitou-se a assentir com a cabeça e a seguir em frente.
compras:
Varinha - $G 10
Estojo para a varinha - $G 2
Total= 12

[OFF: Mary Aurora Chassagnac não está mais aqui]

avatar
Mensagens : 19
Data de inscrição : 23/08/2015
Mary Aurora ChassagnacCasa de Slytherin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Olivaras, Loja de Varinhas

Mensagem por Sebastian Cowden Darrell em Sex Nov 06, 2015 2:26 pm

### words for tag

Meu primeiro destino foi o Olivaras, afinal, eu queria muito finalmente ter minha varinha, principalmente depois de ser repreendido diversas vezes por pegar a de meu tio escondida. Era uma loja pequena, parecia estar escondida entre outras grandiosas no Beco, porém era a mais importante para mim. Grandes bruxos já entraram e saíram da loja procurando por sua varinha e eu poderia me tornar um desses, só dependia de mim. Respirei fundo e empurrei a porta, um pequeno sino pendurado denunciou minha presença e rapidamente um idoso saiu dos fundos da loja para me cumprimentar.

— Olá jovem! Creio que nunca te vi por aqui... hm, sua primeira vez, certo?  — ele coçava o queixo enquanto olhava para mim dos pés a cabeça, como se tentasse se lembrar de alguma peculiaridade minha. Acenei com a cabeça, me aproximando do balcão empoeirado. Ele deu as costas e voltou para os fundos, era audível que ele mexia em várias caixas, chegando a derrubar algumas. Ele voltou com duas e as colocou lado a lado no balcão. Abri a primeira, a da minha esquerda, e pegou a varinha — Acho que será uma escolha fácil, hm — ele olhou para a varinha e para mim diversas vezes antes de estender em minha direção — Esta é feita de azevinho, trinta e cinco centímetros de comprimento e seu núcleo é coração de dragão. Pegue e teste — Peguei a varinha em minha mão e quando esperava algo grandioso acontecer, foi o contrário, não teve reação. Chateado estendi de volta para o homem — Não, criança, acene a varinha. — Olhei para o homem, ele gesticulava com as mãos, me mostrando como fazer. Segurei com força o objeto e fiz um leve movimento, como se estivesse com uma batuta.

A varinha fez todo o pó do balcão sumir, camadas de poeira desapareceram enquanto a ponta da varinha brilhava. O brilho cessou, mas o sorriso satisfeito de meu rosto não — São 12 galeões com o estojo — acenei com a cabeça e tirei o pequeno saco de meu bolso, retirando as moedas necessárias para a quitar a dívida, entregando-as para o homem. Saí da loja satisfeito com minha varinha, finalmente, agora era só terminar as compras e ir para Hogwarts aprender alguns feitiços.
obs:
Gasto = -$G 12
Sebastian não está mais no local
avatar
Mensagens : 53
Data de inscrição : 19/10/2015
Idade : 19
Sebastian Cowden DarrellCasa de Ravenclaw

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Olivaras, Loja de Varinhas

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum